Brasília sedia Fórum Nacional de Identificação Humana e Segurança Documental

16 de Maio de 2017

Nesta terça (16) e quarta-feira (17), Brasília sedia o Fórum Nacional de Identificação Humana e Segurança Documental. O evento, promovido pelo Conselho Nacional dos Dirigentes de Órgãos de Identificação Civil e Criminal, visa ampliar a discussão dos temas como a identificação civil nacional, a integração nacional de dados criminais, certificação biométrica e busca e identificação de desaparecidos, entre outros.

Entre os palestrantes destaca-se a especialista americana em biometria, Ms. Cheley Anne Gabriel – coronel do Corpo de Polícia Militar do Exército dos EUA, ex-diretora da Divisão de Biometria do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e ex-agente Especial do FBI. Dirigentes de Órgãos de Identificação Civil e Criminal; membros do CONADI; de autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e da segurança pública de todo o País também participam do encontro.

Para o papiloscopista e sindicalizado da Fenapef, Paulo Ayran, o Fórum é uma oportunidade para discutir a necessidade de integração das bases de identificação civil e criminal. “Hoje, se o indivíduo que responde processo no DF cometer um crime em outro estado, será julgado como réu primário. Isso ocorre porque há informações consolidadas em uma base de dados interestadual. Essa falha de mapear os criminosos atrasa os trabalhos realizados pela Polícia Federal e pelo Instituto Nacional de Identificação. Nossa luta é para dar celeridade e segurança jurídica nas investigações, por isso defendemos a integração”, afirma Ayran, que hoje presidente a Associação Brasileira dos Papiloscopistas Policiais Federais – ABRAPOL.

O evento é aberto ao público. Paralelemente, acontecerá a I EXPO BRASIL FORENSE 2017, voltada para área de identificação biométrica e segurança de documentos.

Para mais informações, acesse http://www.expobrasilforense.com.br/


Agência Fenapef

Outras notícias