Congresso dos policiais federais vai reunir especialistas em segurança pública

26 de setembro de 2018

Evento nacional, previsto para novembro, vai discutir temas como segurança pública e carreira única em Curitiba (PR)

O Congresso Nacional dos Policiais Federais (Conapef) vem aí. Entre os dias 28 e 30 de novembro, carreira única, segurança pública e sindicalismo democrático serão alguns dos assuntos debatidos em Curitiba (PR), onde está localizado um dos núcleos de investigação mais importantes da Lava Jato. O Conapef, realizado pela Federação Nacional dos Policiais Federais, ocorre a cada dois anos e, em 2018, vem com o tema “Modernização da investigação policial”.

O Congresso entra em sua 17ª edição e espera receber cerca de 500 pessoas. Ao longo do evento, a ideia é reunir e integrar profissionais da segurança pública, jornalistas e autoridades no assunto, a fim de tornar o Congresso um espaço democrático e de capacitação sobre o tema. Para participar do Congresso, é preciso realizar a inscrição no site do Conapef até o dia 24 de outubro.

“O Conapef será um marco para a Polícia Federal, não só pela presença maciça de representantes e parceiros, mas pela ousadia e coragem de se discutir os caminhos para melhorar nossa eficiência, por meio da modernização da estrutura funcional do órgão e dos nossos processos”, comenta o presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens.

O evento será dividido em dois eixos, que terão como temas as novas práticas e novas tecnologias de investigação policial e alternativas para uma maior integração entre a Federação e os 27 sindicatos. Além de debates e oficinas, os presentes poderão participar de palestras, que terão como convidados policiais brasileiros e estrangeiros, além da presença do juiz federal Sérgio Moro.

Propostas

Os participantes terão espaço, dentro do evento, para um debate mais profundo sobre os eixos temáticos. Os interessados poderão propor teses, projetos ou moções que levantem a discussão em torno das novas práticas e novas tecnologias na investigação policial e das alternativas para implantação de projetos da Fenapef. Podem cadastrar teses, projetos e moções a Diretoria Executiva da Federação, os sindicatos filiados e os sindicalizados.

As propostas deverão estar de estar de acordo com o estatuto da Fenapef e com os princípios constitucionais e devem ser cadastradas no site da Fenapef até o dia 24 de outubro. O encaminhamento de todas as propostas será feito pela coordenação executiva do evento, que terá entre suas atribuições a seleção e sistematização das propostas, organização das sessões plenárias (momento para o debate) e das oficinas para a votação, entre outros.

As teses aprovadas serão convertidas em material de divulgação junto aos operadores do direito, aos representantes eleitos pela sociedade civil, às universidades, faculdades, centros de pesquisa, institutos, fundações, fóruns de segurança pública e privada e, em especial, aos policiais e demais operadores de segurança pública. Elas também farão parte do Painel Permanente de Segurança Pública e os projetos aprovados farão parte do Painel Sindical Policial Federal.

Para saber mais, acesse o regimento interno do Conapef e o calendário retificado.

Novidades

Entre as novidades, está o 1º Concurso de Tecnologias para Policiais Federais, que vai premiar dez iniciativas que visem ao aperfeiçoamento ou incorporação de técnicas que colaborem nas investigações do órgão. Poderão participar do concurso policiais e a população em geral, como explica o diretor de Estratégia Sindical da Fenapef e organizador do evento, Júlio Cesar. “Todas as áreas de conhecimento serão aceitas, desde que tenham como finalidade o aperfeiçoamento ou a incorporação de novas técnicas que colaborem com a Polícia Federal.”

Serão aceitos produtos, processos ou serviços inovadores para a segurança pública em todas as áreas tecnológicas. As informações do concurso serão divulgadas em edital e todos os projetos vencedores receberão consultoria e acompanhamento desde a implementação até a conclusão do produto ou serviço.

Outra inovação para essa edição do Conapef é o lançamento do aplicativo K-9. O software tem como finalidade facilitar o registro completo das investigações e auxiliar o policial a encontrar informações colhidas em ocorrências já registradas, de forma mais rápida e eficiente. “Essa é uma ação muito importante. Estamos nos lançando como referência, uma vez que o aplicativo será implementado inicialmente na PF, mas poderá expandir sua utilização nos demais órgãos de segurança pública no Brasil”, esclarece Júlio César.

III Senaju

Um dia antes do Congresso Nacional, no dia 27 de novembro, o diretor jurídico da Fenapef, Adair Ferreira, comandará o III Seminário Nacional das Diretorias Jurídicas dos Sindicatos dos Policiais Federais (III Senaju). O evento deve reunir policiais federais, advogados e juristas de todo o Brasil para discutir temas pertinentes ao sindicalismo, à PF e à carreira única dentro do órgão, demanda antiga da categoria.

Serviço

III Senaju

Data: 27 de novembro

Local: Pestana Curitiba City Center & Conference Hotel – R. Comendador Araújo, 499 – Centro, Curitiba (PR)

 

XVII Conapef

Data: 28 a 30 de novembro

Local: Pestana Curitiba City Center & Conference Hotel



Outras notícias