Fenapef e entidades de classe discutem PEC 287 com Diretor Geral da PF

20 de Março de 2017

Lideranças de entidades que representam policiais federais se reuniram na sexta-feira (17) com o Diretor Geral da PF, Leandro Daiello, para debater o posicionamento da instituição sobre a PEC 287, da Reforma da Previdência. O vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Flávio Werneck, participou do debate, que tem como objetivo fortalecer o movimento iniciado pela União dos Policiais do Brasil (UPB) na última semana.

Na quarta-feira (15), profissionais de segurança pública de todo o país atenderam o chamado da entidade e se reuniram para protestar contra a PEC 287. A proposta ignora as peculiaridades da atividade policial e retira a atividade de risco do texto da Constituição Federal. A PEC propõe que os policiais se aposentem seguindo os mesmos critérios estabelecidos aos trabalhadores amparados pela CLT.

Os policiais argumentam que ao longo da carreira não recebem os benefícios assegurados a esses profissionais, como adicionais de hora extra, periculosidade, auxílio doença, FGTS, etc.

Durante a reunião, também foram discutidas as emendas apresentadas na Comissão Especial da Câmara que analisa a PEC. Ficou acertada a defesa das emendas que colocam os policiais federais no mesmo patamar de discussão dos militares das forças armadas e as que mantém a aposentadoria policial.


Agência Fenapef

Outras notícias