Sessão solene na Câmara homenageia policiais federais

26 de novembro de 2017

A Câmara dos Deputados realizou na última quinta-feira (23), sessão solene em homenagem aos policiais federais, em Brasília (DF). A diretoria executiva da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) esteve presente e reivindicou a aprovação de uma Lei Orgânica para a Polícia Federal.

Em seu discurso na tribuna, o vice-presidente da Fenapef, Flávio Werneck, foi enfático ao afirmar que instaurar uma Lei Orgânica é o maior desafio da Polícia Federal.

“A PF tem policiais especialistas em diversas áreas, que poderiam estar assumindo investigações referentes ao nicho de conhecimento de cada um, e assim, trazendo melhores resultados. Porém, as investigações são chefiadas por policiais bacharéis em Direito que, na maioria dos casos, desconhecem os argumentos técnicos e prejudicam as investigações”.

O projeto que estabelecia a Lei Orgânica da Polícia Federal (PL 6493/09, do Poder Executivo) foi retirado pelo presidente da República em novembro de 2015 por estar desatualizado, de acordo com justificativa da Câmara. O PL previa o organograma, as carreiras e as atribuições da Polícia Federal.

Os deputados presentes na sessão pediram o reenvio do projeto ao Congresso, para discussão e votação.

A sessão solene foi um requerimento do Deputado e Policial Federal, Aluísio Mendes (Pode/MA), para comemoração do Dia do Policial Federal, celebrado no dia 16 de novembro.

Combate à corrupção

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, também esteve presente e aproveitou o ensejo para destacar o trabalho de combate à corrupção. “Neste momento, podemos ver a união do país em busca de soluções e nós, da Polícia Federal, estamos dispostos a continuar trabalhando pelo Brasil”, disse.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), enviou uma mensagem ao Plenário, destacando a importância dos policiais federais.

“Todos sabemos o quanto a Polícia Federal representa para o Brasil. Só no ano passado, eles realizaram mais de 550 operações de combate à corrupção e ao crime organizado. São profissionais qualificados e treinados para as suas funções que merecem a nossa homenagem”, afirmou. Maia participou de uma parte da sessão, mas seu discurso já havia sido lido.

 

Agência de Notícias Fenapef



Outras notícias